Skip to main content
Development

Diário Dev – viva novas experiências em The cycle – Parte 1

By setembro 25, 2020dezembro 10th, 2020No Comments

 

Então tá, Prospectores,

Nas últimas semanas estivemos falando com vocês sobre como a evolução de The Cycle será mais focada em você, seus objetivos pessoais e o mundo ao seu redor. Hoje, queremos dar uma ideia melhor de como poderá ser um dia da sua vida no futuro.

 

Imagine que você já jogou The Cycle por alguns dias, explorando esse mundo imersivo. E já experimentou a tensão de encontrar outros jogadores em suas idas à Fortuna III. Você está no nível 4 e já ganhou algum moral com a Korolev. Por isso, você pode comprar com eles armas incomuns e alguns consumíveis e habilidades. Porque você jogou com esperteza, já conseguiu melhorar duas vezes o seu alojamento pessoal.

Ter o seu próprio espaço pessoal na Estação Prospectora já era um sonho realizado, mas estas atualizações vão permitir que você armazene ainda mais armas em seu estoque pessoal, além de gerar automaticamente uma quantidade de materiais de produção por dia – sim, produção vai voltar para a Estação Prospectora.

Bom, começamos bem, mas você sabe que não é o suficiente. Não é barato manter um suprimento razoável de armas, consumíveis e habilidades, mas você está aqui pela fama e pela fortuna, e isso significa que vai precisar de ferramentas para trabalhar. Além disso, ter muito K-Mark nunca é demais! Você está muito perto de desbloquear uma arma novinha em folha: a KBR Longshot. Pagar por ela, no entanto, ainda está um pouco difícil e, no futuro, você ainda quer melhorar seu alojamento pessoal.

 

Com isso em mente, você vai falar com o Badum e, no final das contas, ele tem a licença de um contrato suculento guardada só para você: dominar a antena de transmissão por um tempo, e trazer de volta Veltecita suficiente para ganhar um extra. Completar estes contratos na sua próxima incursão te daria K-Mark pelo contrato em si e pelo bônus de licença, e, claro, por quaisquer outras coisas que você conseguir pegar no caminho. Resumindo, te permitiria desbloquear a arma e ainda comprar uma no ato!
Você decide que é a hora de matar dois coelhos com uma cajadada só. Sabendo que outros prospectores podem dificultar seus planos porque terão seus próprios objetivos, é hora de se preparar para a descida.

Você começa verificando o seu arsenal preparado para a viagem. Descer só com a sua faca e a sua K-28 de confiança não é uma boa ideia hoje, porque você precisa disputar os grandes prêmios! Afinal de contas, você vai ter que contestar a antena de transmissão e isso vai, com certeza, envolver um pouco de PvP.

Então é hora de levar as armas grandes! A KOR-47 e a Bolt-Action certamente dão conta do trabalho. Ainda melhor, ambas são versões incomuns dessas armas – que não são fáceis de conseguir, têm ótimas especificações e vão te dar uma vantagem na hora do vuco-vuco.

Um bom prospector sempre vem preparado, e por isso é essencial também trazer o máximo de Injeções de Cura que couber com a torreta pesada. Você corre o risco de perder tudo isso, claro, mas se tudo correr bem… muito din-din!

 

Você está pronto… e um pouco agitado. O módulo aterrissa e você abre a porta. Tem muita neblina hoje, você não vai conseguir ver os prospectores inimigos que venham atrás de você. Mas isso também significa que não vão te encontrar tão facilmente –condições perfeitas, considerando a sua missão.

Você saca seu scanner e toma o rumo da antena de transmissão mais próxima, sempre atento para baús, jazidas de Veltecita, e contratos especiais. Copiar alguns arquivos de um terminal de dados abandonado daria um bom bônus.

A sorte deve estar contigo, há minerais suficientes perto do teu módulo para completar aquele contrato de Veltecita logo de cara. Os veios oferecem alguma resistência – alguns monstros atraídos pelo barulho. Esses monstros podem ser facilmente abatidos com apenas alguns tiros, mas você ainda não quer usar o seu suprimento de munição… ou pior, revelar a sua posição para outros prospectores. Armas são barulhentas, sabe?

Você decide: está na hora da faca. É mais perigoso do que você esperava e você acaba tendo que usar uma Injeção de Cura. Mas esses monstros já eram e os minerais são seus. Silencioso, mas mortal. O tempo é curto e aquele relé de transmissão não vai se capturar sozinho!

 

No meio do caminho para a antena, você ouve o rugido de outro Saqueador. Esse tipo sempre caça em matilhas e você poderia passar bem sem ter que lutar com outro bando de monstrinhos. Essas criaturas sabem bater, e mesmo se você conseguir escapar ileso do conflito, o barulho pode atrair atenção indesejada. Você decide ficar na sua e economizar munição para seja lá o que for que você encontrar perto da transmissão. Ficar sem balas bem na frente de outro prospector seria uma sentença de espuma.

Com um pouco de caminhada, às vezes se escondendo, às vezes quase despencando de penhascos, você finalmente chega ao relé. Você respira fundo e tenta curtir as paisagens fascinantes de Fortuna III, mas o barulho da fauna local zumbindo por perto está te deixando um pouco nervoso.

Ninguém à vista. Pode ser uma armadilha, pode ser a oportunidade que você procurava, não dá pra saber. Você pega a KOR e decide arriscar.
Depois de alguns segundos tensos, a zona muda de cor: a transmissão agora é sua… e todo mundo ficou sabendo disso.

 

  

Agora precisa defender o local por tempo suficiente para terminar o seu contrato. Ficar exposto assim é a melhor maneira de ser espumado. Você precisa de um posicionamento vantajoso. Você decide instalar sua torreta em cima de um baú – a recompensa mais do que compensaria o custo dela de qualquer forma – e escala o edifício enquanto prepara sua Bolt-Action.

Está quieto. Quieto demais. O tempo passa lentamente, mas o fluxo de dados aumenta de forma constante. Está quase acabando, quando sua torreta dispara um tiro – alguém está perto!
Sem rugido, sem luzes brilhantes. Não é um monstrinho, é um prospector. Você escaneia a área com o rifle, tentando ver melhor, pronto para mirar seu tiro. Até agora nada. E mais nenhuma ação da sua torre. Será que desistiram do prêmio ou estão tentando te pegar desprevenido? Não dá pra saber.

Um foguete, dois foguetes, e a torreta explode. Parece que decidiram que valia a pena vir com tudo… ou talvez seja outra pessoa. Outro foguete te erra por um centímetro. De uma coisa você sabe: você não está mais em segurança. Você dá uma olhada rápida na sua lista de contratos.

Parece que você acabou de receber a recompensa pela transmissão. Bem na hora!

Sem perder tempo. Que fiquem com este relé. Você pula do edifício e começa a fugir o mais rápido possível. Provavelmente, não vão te perseguir se quiserem capturar a área. O teu sinal de transmissão de repente some. Parece que conseguiram o que queriam. Você suspira aliviado.

 

Ainda faltam 8 minutos para a tempestade chegar, mas você já cumpriu os contratos para completar a licença. Você decide que não vale mais se arriscar e vai para a zona de evacuação mais próxima. No caminho, você encontra as ruínas de um pequeno assentamento. É uma área de mineração, pode valer a pena dar uma olhada rápída, talvez haja algo de valioso escondido lá dentro.

Ao abrir a porta do primeiro edifício, encontra uma Barreira Cinética, de graça. Que sorte, eles não são baratos, especialmente se você usar regularmente. Você joga ele rapidamente na sacola e segue em frente.

Entrando na próxima parte do complexo, você percebe que não está sozinho… na escuridão, olhos de Co-Robôs te olham. Os robôs te veem como um intruso e querem se livrar de ti. Você os desmonta com algumas rajadas da confiável KOR-47, mas acabou ferido por uma das armas explosivas. Respirando fundo, você usa uma de suas Injeções de Cura pra reduzir um pouco do dano e, em seguida, pega tudo de valioso que o prédio da Korolev tem para oferecer: K-Marks, munição, uma Scarab e um punhado de materiais de produção. Nada que você precise contar pra sua mãe, mas ainda assim um bom bônus para levar.

Ainda um pouco zonzo pelos danos que recebeu, você sai do complexo de edifícios e dá de cara com as presas de alguns vermes ameaçadores. Você leva alguns golpes, mas os seus escudos absorvem todo o dano. Como não precisa gastar munição, desembainha a faca e, enquanto acaba com o sofrimento dos bichinhos, sente uma dor aguda. Um ferroador te acertou e acabaram as Injeções de Cura. A situação pode ficar feia. Mas agora não é hora de entrar em pânico!

Você lembra que encontrou um escudo cinético faz bom uso dele. Colocando-o atrás de você para cobrir sua fuga para fora da zona de perigo, você vê uma planta brilhante perto de você e se lembra que ela tem esporos regenerativos. Você fica ali por um tempo e espera até a dor ir embora. Faltam 5 minutos, é hora de meter o pé, mesmo que se pergunte quando é que vai encontrar uma das lendárias entradas para as cavernas abaixo da superfície.

  

Você não tem muito tempo, está ficando escuro e o tempo está fechando, então você tenta se concentrar no que está por vir, sair do planeta, são e salvo. Logo você chega a uma das zonas de evacuação que estão espalhadas pela superfície.. e percebe que uma nave já está lá.

Isso quer dizer que alguém já fez o chamado e ainda pode estar por perto. Você pega a sua KOR outra vez e se aproxima da nave com cuidado. Você tem que entrar nela, mas fazer isso te deixaria muito exposto até que a nave decolasse.

Ah, que se dane, você arrisca.

Você dá um passo e o teu coração quase sai pela boca: tem um prospector bem na sua cara. Vocês se olham em silêncio pelo que parece ser o tempo mais longo do mundo. Então, finalmente, o silêncio é quebrado.

“Amizade?” 

Provavelmente, a situação de vocês é muito parecida, nenhuma novidade, ninguém quer perder tudo no final. Ainda assim, é um grande alívio. Mais alguns segundos passam e a nave parte com vocês lá dentro. São e salvo, missão cumprida.

 

De volta à Estação Prospectora, você recebe as merecidas recompensas e vai diretamente para a sede da Korolev.

Essa arma novinha e brilhante é sua – na verdade, você compra duas, por segurança. Afinal, deu pra ganhar ainda mais dinheiro do que esperava. Verdade seja dita, você está muito perto de atualizar seu alojamento mais uma vez, o que traz alguns bônus adicionais.

Mais uma descida pra Fortuna III provavelmente seria suficiente… 

Esperamos que isso lhe dê uma boa idéia de como pode ser uma partida no novo The Cycle. Este é apenas uma das muitas histórias pra contar ao longo de sua carreira prospectora – afinal você é o herói de sua própria história!

Fiquem ligados para mais posts sobre a evolução de The Cycle, porque temos muita coisa para dizer: jogo competitivo, clãs, produção, raridade de armas, recompensas de veteranos, e muito, muito mais.

 

Resumo:

  • Haverá Alojamentos Pessoais que serão importantes para a sua economia pessoal.
  • As armas vão ter raridades que influenciam suas estatísticas – mas NÃO as estatísticas de base, apenas dão bônus
  • A Produção vai voltar e, portanto, materiais de produção voltarão ao jogo
  • As munições vão ser limitadas, mas também podem ser encontradas no planeta.
  • Você pode ir ao planeta com contratos pessoais que você pega na estação (veja como missões que você pode escolher para ganhar recompensas adicionais, novos jogadores podem obter uma experiência guiada e aprender passo-a-passo como jogar)
  • Coletar, COLETAR, COLETAAAAAAR vai ser muito importante antes, durante e depois das partidas
  • O planeta terá mais som e criará uma atmosfera melhor
  • O combate Corpo-a-Corpo será mais importante contra a IA.
  • Haverá Reforços de Vida para regeneração. Habilidades / Consumíveis terão uso limitado (mas nem todas)
  • Será possível escalar pelo mapa
  • Construções – haverá mais edifícios com coisas para explorar e a flora também se tornará mais importante
  • No estado atual da remodelação há uma dungeon em Bright Sands com recompensas incríveis.